• comidinhas / fermentados

    Picles da época

    Acidez para que te quero

    Passando o olho agora pela minha bancada vejo sunomono, picles de biribiri, chucrute, creme de castanhas fermentadas, bichinho do gengibre, missô e vinagres de frutas variadas.

    Não me canso do toque ácido e das texturas que essas comidinhas dão aos sanduíches, panquecas, saladas e até ao feijão do dia a dia! Para refletir sobre a importância da acidez na construção palativa das receitas, indico a série da Netflix “Ácido, Gordura, Sal e Calor”, e também o livro de mesmo nome, pois a chef e protagonista Samin Nosrat fala bastante sobre o tema de uma maneira didática!

     

    Tô orgulhosa desse rabanete que plantei aqui na minha hortinha suspensa!

    Ingredientes

    2 rabanetes higienizados cortados finamente no mandoline ou na faca

    1 pote de vidro que vede bem (o tamanho do pote vai depender do tamanho dos rabanetes)

    5 cl. (sopa) de açúcar cristal ou demerara

    1 cl. (sopa) de sal

    1 xícara (240ml) de vinagre de arroz (funciona também com outros vinagres, especialmente os caseiros)

    2 xícaras (480ml) de água filtrada

    1 cebola em rodelas

    Especiarias a gosto (sugestão: pimenta rosa, cominho ou semente de coentro)

    Instruções

    Leve todos os ingredientes ao fogo, exceto os vegetais, por tempo suficiente para o açúcar derreter.

    Coloque os vegetais dentro do pote e adicione a calda ainda quente. É importantíssimo deixar um espaço de 2 dedos entre os vegetais e a tampa, para garantir que o pote não será comprimido pela formação de gás – isso algo bastante comum na fermentação!

    Tampe e espere 7 dias para consumir (o pote fica fora da geladeira!).

    Se sobrar calda depois de encher o pote, guarde na geladeira use aos poquinhos para temperar saladas. Se faltar, adicione uma salmoura (água + sal até chegar no gosto da água do mar) até cobrir os vegetais.

    É importantíssimo deixar um espaço de 2 dedos entre os vegetais e a tampa, para garantir que o pote não será comprimido pela formação de gás – isso algo bastante comum na fermentação!

    Depois, guarde o pote na geladeira: dura no mínimo 6 meses se os vegetais ficarem imersos na calda. Se eles começarem a subir, vale usar uma pedra fervida (bem higienizada) para mantê-los submersos!


    E-book sobre fermentação de vegetais

    Aqui você pode comprar meu livro digital, Para Começar a Curtir: Fermentação de Vegetais (R$34), que contém 18 receitas, ensinamentos básicos sobre a formação de microorganismos, poemas culinários, técnicas ilustradas e um FAQ maravilhoso para tirar todas as suas dúvidas sobre fermentação!

  • You may also like

    Pin It on Pinterest

    Share This