• Receitas

    Banho de ervas

    Preciso de natureza para recarregar as energias, mas como onde moro não dá pra viver com o pé na terra e a bunda na água, minimizo a falta de mato cultivando um mundo de plantas.

    Fiz questão de contabilizar dia desses: num espaço de 90 metros quadrados moram comigo Daniel, Fidel e 203 plantinhas. No ambiente interno temos samambaias, suculentas, lírio, cacto, dinheiro-em-penca e zamioculca. No espaço que bate bastante sol fica minha hortinha com as plantas comestíveis, Daniel teve a manha de fazer um sistema de gotejamento autoirrigável para as jardineiras onde elas moram.

    Existem também as espécies raras que nós dois fomos colecionando ao longo da vida, as muitas mudas que catamos pelo bairro, os ipês, jabuticabeira, mamão, paineira, ervas para banho, cada uma conta sua história, algumas têm mais de trinta anos!

    Converso com elas e até hoje comemoro o tanto que a cebolinha cresce de um dia pro outro, acho uma aventura acompanhar o tempo de florescimento e observar como a natureza sempre acha um jeito de frutificar mesmo em condições estranhas. Desconfio que se deixássemos tudo sem podar, não teria mais lugar para nós três aqui.

    Quando a Ju Gomes do @comidasaudavelpratodos veio do Sul para dar um curso comigo, trouxe de presente uma muda de hortelã elevante, que segundo ela é maravilhoso para quem tá precisando de uma energizada. E quem não tá nesses tempos de censura, né?

     

    Essa é a hortelã-levante com alecrim, duas ervas muito queridas aqui em casa

    Depois de alguns testes, cheguei na minha receita preferida de banho de bruxa, que vim ensinar:

    Coloque numa panela alta mais ou menos dois litros de água (não precisa medir, vai no olhômetro mesmo) e aqueça até começarem a formar bolhas.

    Não deixe ferver para não queimar as ervas, pois em seguida você já pode desligar o fogo e mergulhar um punhado de elevante e outro de alecrim, como nas fotos.

    Tampe com um paninho e deixe em infusão até a água esfriar. Depois, coe, coloque a água num pote e leve para o banheiro para despejar do pescoço para baixo depois do banho, de preferência pela manhã, mentalizando que todos os seres sejam livres e felizes ou qualquer outro feitiço que vier à cabeça 🌿

    Fotos da @nanirodrigues do @brejo.co

  • You may also like

    No Comments

    Leave a Reply

    Pin It on Pinterest

    Share This